Buscar
  • Ana Paula Martins

Como germinar grãos e sementes?

Diversas pesquisas têm mostrado a importância de consumir grãos in natura para manter uma alimentação saudável. Os grãos como lentilha, feijões, linhaça, semente de girassol, semente de gergelim entre outros, são ricos em fibras solúveis e insolúveis que ajudam a melhorar todo o processo digestivo, principalmente o intestino, ricos em vitaminas e minerais que fazem muito bem para todo o nosso organismo.

Todos os benefícios desses grãos podem aumentar em até 20 vezes depois de ter passado pela germinação trazendo ainda mais benefícios com o crescimento dos brotos.

Mas o que é germinação? É processo no qual o grão começa a brotar novamente criando uma nova planta e por isso algumas pessoas chamam essa prática de alimentação viva. Tudo que você precisa para fazer a germinação em casa é água filtrada, tempo e os grãos integrais (com casca) de sua preferência.

Uma vez que um grão ou semente (crus e saudáveis) são colocados na água, inicia-se o processo de liberação de todas as substâncias que irão sustentar/viabilizar a germinação e o desabrochar das informações genéticas de perpetuação daquele ser vegetal.

Grão ou semente + água => Germinado + Ar + luz + tempo crescimento => Broto

Os grãos e sementes iniciam sua germinação em 8 a 16 horas. Neste ponto, em geral, estão com a sua potência máxima, e logo sinalizam que o processo do nascimento está se consolidando.

Após este tempo, somente germinados, já ficam prontos para serem consumidos.

Acompanhe a figura e a seqüência de etapas do preparo:


germinados2

1) Escolha as sementes ou grãos, removendo todos as que estejam danificadas. Coloque de uma a três colheres de sopa de sementes num vidro e cubra com água limpa;

2) Deixe de molho por uma noite (8-12 horas);

3) Cubra o vidro com um pedaço de filó e prenda com um elástico. Verta o vidro e despeje a água. Enxágue bem sob a torneira;

4) Coloque o vidro inclinado e emborcado num escorredor, em lugar sombreado e fresco;

5) Enxágue pela manhã e à noite. Nos dias quentes é preciso lavar mais vezes.

Interessante observar que o ponto de maior vitalidade no ciclo de vida de uma planta ocorre quando ela está em pleno processo de germinação, daí o interesse nos seus benefícios nutricionais.

Ao germinar, alguns nutrientes daquela semente, seja de um cereal (trigo, cevada ou aveia), das leguminosas (feijões) ou oleaginosa (linhaça, girassol, etc.) multiplicam-se. É o caso da vitamina C, que é praticamente inexistente no grão de trigo, mas que, uma vez germinado, aumenta seiscentos por cento o seu teor.

O processo de germinação torna os nutrientes mais digeríveis, causando menos gases do que os grãos que lhe deram origem.

Os germinados são pobres em calorias, mas contêm quantidades apreciáveis de vitaminas A e C, vitaminas do complexo B, vitamina E, algum ferro, além de muitas enzimas e proteínas.

As sementes de cereais germinam em 2 – 3 dias, os feijões e as lentilhas demoram 5 – 6 dias. Nessa altura podem ser consumidos.

Depois das etapas de germinação, há que se considerar as condições para o crescimento dos germinados até 5 – 10 cm, de altura, quando então podem ser colhidos os brotos.

Para tal produção, as condições de higiene e manuseio precisam ser muito rigorosas para evitar a proliferação de fungos e bactérias.

Os germinados e brotos servem para as mais diversas preparações culinárias. Podem ser consumidos crus, em sucos, saladas e sanduíches, misturados com outros legumes, amornados “al dente”, adicionados a molhos e de outras formas que a criatividade te levar.

Fonte: Doce limão

#germinação #germinaçãodegrãos

0 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo