Buscar

Como perder gordura corporal com óleo de coco?

A fruta desta palmeira é conhecida há centenas de anos pelos nativos do sul da Ásia e do sul do Pacífico, onde é chamada de “Árvore da Vida”, devido à extensa lista de produtos e subprodutos obtidos de suas diversas partes.

No Brasil, o consumo da água de coco é bastante popular, sendo considerada uma bebida isotônica natural por seu alto teor de magnésio e potássio. Já os benefícios associados ao consumo do óleo de coco, só começou ser divulgado há pouco tempo , o que antes era um produto pouco procurado nas prateleiras de lojas de produtos naturais hoje é um sucesso de vendas.

O óleo de coco é obtido a partir da carne do coco maduro. O coco verde é uma fonte pobre de óleo, sendo rico em água. A extração de óleo a partir do coco maduro é relativamente fácil devido ao seu elevado conteúdo O óleo pode ser obtido tanto do coco fresco como do coco seco através da fervura e/ou fermentação. Há vários métodos diferentes de processar o coco para obtenção do óleo, que influenciam a qualidade, o aroma, o sabor, a aparência e as propriedades do produto final. O óleo de coco é comumente divido em duas amplas categorias: refinado e virgem. Óleo de coco virgem é obtido a partir de cocos frescos, chamados não-copra. Vários métodos podem ser utilizados, incluindo desde as tradicionais e seculares fermentações para a separação do óleo da água até as modernas prensagens mecânicas. Como elevadas temperaturas e solventes químicos não são empregados, o óleo mantém seus fitoquímicos naturais, responsáveis pelos suaves sabor e aroma de coco encontrados no óleo de coco virgem – óleos obtidos de coco seco apresentam porém um leve gosto de queimado e/ou rançoso ao fundo. Óleos virgens também apresentam validade superior (cerca de 2 anos), devido à presença de antioxidantes.

Recomenda-se que o óleo de coco virgem seja utilizado em preparações frias como saladas, sucos, entre outros, e na finalização de pratos quentes, a fim de preservar sua riqueza de antioxidantes.

O óleo de coco é uma fonte interessante de triglicerídos de cadeia média (TCM). Seu valor calórico é de 8,4-8,6 kcal/g.

Um recente estudo avaliou a perda de peso e a redução de massa gorda total e abdominal em 49 indivíduos submetidos a um programa de redução de peso, que consumiram azeite de oliva ou TCM como parte de suas dietas. O estudo revelou que o consumo de TCM resulta em maior perda de peso e maior redução de gordura em relação ao azeite de oliva, quando incluído em um programa alimentar de emagrecimento.

Veja outras propriedades do óleo de coco:

– Redução dos níveis de colesterol total e LDL-c (colesterol ruim); – Aumento dos níveis de HDL-c (colesterol bom); – Efeito antitrombótico; – Ação antioxidante; -Agente antimicrobiano; – Excelente hidratante corporal, melhora a elasticidade cutânea e confere a pele uma aparência mais jovem e sadia; – Redução de dano capilar com seu uso tópico; – Pode ser usado em massagens, pois tem ótima penetração cutânea. Massageie diretamente sobre a pele diariamente, principalmente para peles mais secas e peles submetidas a estresse por atividade profissional, como, por exemplo, lavagem frequente de mãos e uso de luvas cirúrgicas, entre outras. Seu uso é comum pára prevenção de estrias gravídicas em diversas regiões da Ásia.

rica da Nutri: Uma excelente estratégia para redução de gordura corporal é associar o óleo de coco com alimentos termogênicos antes do treino. Experimente tomar 1 xícara de café com óleo de coco (claro!! sem açúcar), depois me conte o que achou!

1 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo